No povoado moderna sem luz e sem coveiro idosa que não morreu de coronavírus foi enterrada a luz da lua

Em tempos  de Pandemia Mundial   está cada vez  mais difícil  alguém morrer sem que sua morte não seja associada ao coronavírus  que tira o direito de famílias  prestar suas últimas homenagens.
Assim como segue o protocolo, todos aqueles  que venha ou não a morrer infectado de Covid-19, a orientação  das autoridades sanitárias é que não haja velório nem cortejo devido a aglomeração de pessoas.
De acordo com as informações de populares que  residem no Povoado Moderna, uma idosa que  ontem quinta-feira 07 de Maio chegou a óbito  por volta das 17 horas  no  Hospital Regional  de Arcoverde  e não morreu  infectada  pelo  Covid-19 , foi sepultada por volta das 22 horas, cinco horas após.
Ainda de acordo com populares, que até então não  sabia do ocorrido, o fato que chamou a atenção foi que, no momento do sepultamento , além de não ter  coveiro  no cemitério  a cerimônia de sepultamento aconteceu as escuras  por falta de iluminação  dentro do cemitério.
Seguindo os  relatos de populares  repassadas ao Portal Giroscialb, mesmo existindo um poste  de luz e contador  tudo indica que a falta de energia na área interna   do cemitério se deu por conta da  falta de pagamento da  conta de luz por parte  do Poder Executivo daquele município que recentemente anunciou  nos principais meios de comunicação da região  que foi feito uma desinfecção  nos distritos e povoados,  onde os moradores afirmam que essa ação divulgada pela prefeitura  ainda não aconteceu  e que em Moderna ainda não teve nem uma ação voltada ao combate do Covid-19 em vista que, o povoado começou a receber filhos  que estava ausentes  e resolveram retornar .
Enquanto isso, a população  de Moderna preocupada  com essas novas chegadas  estão cobrando as ações que ainda não chegaram naquele povoado.
Fonte e Fotos George Pedro.   

Tecnologia do Blogger.