Em rede social Eduíno critica agressividade de Madalena Brito

Em nota publicada, ontem, em suas redes sociais, o ex-deputado estadual Eduíno Brito (Podemos) lamentou a postura de “agressividade desesperada” da prefeita de Arcoverde, Madalena Britto (PSB), ao utilizar os microfones de uma rádio local para falar do ex-prefeito Zeca Cavalcanti, pré-candidato a prefeito pelo PTB. A prefeita, segundo ele, parece querer falar como se em Arcoverde fosse “proibido criticar” e fez alusão aos regimes de ditadura.
“Em todo regime democrático, a crítica é um meio necessário ao bom andamento de qualquer gestão pública e, graças a este mesmo regime, também existe o direito de rebatê-las. Ora, caso não houvesse a coragem dos críticos a regimes ditatoriais por todo o mundo, as ditaduras seriam eternizadas”, afirmou.
Sobre a fala da prefeita que chegou até a questionar o trabalho profissional do ex-prefeito como médico, Eduíno disse ser “lamentável a agressividade desesperada utilizada pela prefeita”. "Ela passou oito anos como vice-prefeita de Zeca, que deixou a Prefeitura em 2012 com 88% de aprovação, o que certamente foi decisivo para elegê-la naquele mesmo ano”, destacou.
Disse ainda que a prefeita, ao criticar desesperadamente o ex-prefeito, parece querer impor uma censura às críticas ao seu governo. “Ao ir a rádio, profundamente desequilibrada e desesperada, o agride, destorcendo palavras e querendo impor uma espécie de toque de recolher crítico, como se fosse proibido criticar”, concluiu.
Fonte: Blog do Magno
Tecnologia do Blogger.