Veja as novas mudanças previstas pelo plano de reabertura em Pernambuco nesta segunda (27)

A Maior Feira Católica do Nordeste (2ª edição)”, acontece em ...
Nesta segunda-feira (27), Pernambuco dá mais um passo para a volta total das atividades. Em decisão tomada após avaliação do Gabinete de Enfrentamento à Covid-19,  do governo estadual, alguns setores que já estão em operação passarão por algumas mudanças e terão flexibilizações. Na Região Metropolitana, o comércio de rua e os shoppings serão os alvos das alterações.
Os shoppings poderão abrir duas horas mais cedo do que no horário atual permitido. Antes, abertos das 12h às 20h, os centros de compra passarão a poder funcionar das 10h às 20h.
Já o comércio de rua terá sua capacidade de público dobrada. 
A determinação que era de um cliente a cada 20 metros quadrados passará a ser de um comprador a cada 10 metros quadrados.
Segundo o Gabinete, a avaliação de contaminados, leitos disponíveis e óbitos em Pernambuco é contínua e leva em consideração, indicadores de saúde. Com esse acompanhamento, é possível fazer uma análise e caso seja necessário, implantar medidas restritivas. 
O Secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Bruno Schwambach explicou que "estamos completando 50 dias do Plano de Convivência com a Covid-19, que iniciou em 1º de junho. Gradualmente, estamos implementando 11 etapas, com acompanhamentos em recortes regionais. 
Esta semana, entramos na etapa 6 em municípios da Região Metropolitana e Zona da Mata, com a retomada dos restaurantes e academias.
 A partir de segunda-feira, a capacidade de atendimento do comércio dobra e os shoppings passam a abrir a partir das 10h para que se possa melhor distribuir a chegada dos clientes, principalmente agora que temos academias e restaurantes funcionando", informou.
“Observamos o comportamento dos clientes com a volta da operação de alimentação nesses estabelecimentos, e decidimos por antecipar a abertura para poder diluir o fluxo nessa entrada, separando quem quer fazer compras de quem quer ir ao shopping para se alimentar”, pontuou o gestor.
Em todas as regiões do Estado segue proibida a realizações de jogos de futebol com público, museus, cinemas, teatro e aulas presenciais. Para as escolas, um protocolo de reabertura foi divulgado no último dia 15 de julho. Escolas, faculdades, universidades e cursos deverão seguir medidas restritivas. 
No Agreste está liberado para funcionar: comércio varejista com capacidade de uma pessoa a cada 20 metros quadrados; comércio atacadista; shopping centers,com até 30% da capacidade; polo de confecções; salões de beleza e serviços de estética, com distanciamento de 1,5 metro; concessionárias e serviços de locação de automóveis e de vistoria de veículos; construção civil; igrejas e templos com limite de 30% da capacidade; futebol; praças e parques atividades de lazer ainda não têm previsão de retorno.
O Sertão vive uma fase mais delicada. A cidade de Petrolina, maior da região passou 15 dias em quarentena, que acaba nesta segunda. Segundo o prefeito Miguel Coelho, a cidade volta a seguir o Plano de Convivência Com a Covid-19 do governo estadual, na quarta etapa. Poderão reabrir o comércio varejista, shoppings, feiras livres, salões de beleza e estética, construção civil (100%). Missas, cultos e outras celebrações religiosas também podem voltar a acontecer.
Fonte: NE

Tecnologia do Blogger.