Justiça Eleitoral INDEFERE pedido do registro de candidatura de Manuel Tomé e em nota a coligação Frente Popular de Tupanatinga anuncia que vai recorrer


Por via de consequência,  Dr Marcus  Vinicius Menezes, Juiz da 143ª Zona Eleitoral de Itaíba INDEFERIU  o pedido de registro de candidatura de MANOEL TOMÉ CAVALCANTE NETO ao cargo de Prefeito do Município de Tupanatinga-PE, pela Coligação Frente Popular de Tupanatinga- FPT e, em decorrência, considerando o disposto no art. 49 da Resolução TSE n.º 23.609/2019, de toda sua chapa, vez que se trata de pedido para concorrer ao cargo majoritário, podendo o candidato, o partido político ou a coligação, por sua conta e risco, recorrer da decisão ou, desde logo, indicar substituto ao candidato que não foi considerado apto, na forma dos arts. 72 da Resolução TSE n.º 23.609/2019 e sabedores que sobrevindo recurso, a validade dos votos atribuídos à chapa que esteja sub judice no dia da eleição fica condicionada ao deferimento do respectivo registro (Lei Complementar nº 64/1990, art. 18 e Lei n° 9.504/1997, art. 16-A)

Após ciência do indeferimento da candidatura,  a Coligação Frente Popular de Tupanatinga emitiu a seguinte nota:    

A coligação Frente Popular de Tupanatinga mesmo não tendo sido intimada da decisão à respeito do registro de candidatura de Manoel Tomé, tendo tomado conhecimento fora dos autos de que há decisão de indeferimento registra que respeita a decisão prolatada, mas irá recorrer e enveredar todos os esforços para demonstrar que não reside contra nosso candidato qualquer obstáculo para a sua candidatura, e que a decisão será reformada em grau de recurso. 

Todos os nossos atos de campanha continuam mantidos. 

Atenciosamente, Frente Popular de Tupanatinga
Tecnologia do Blogger.