Justiça Eleitoral pune candidato Arquimedes e vice-prefeito

O prefeito Arquimedes Valença e o vice-prefeito Dr. Dilson Santos foram acionados pelo Ministério Público Eleitoral de Pernambuco para que paguem multa por propaganda eleitoral antecipada, devido o fato de terem pedido votos durante a inauguração de obra pública. 

Segundo o pedido do MPPE, no dia 13 de julho deste ano, Dílson de Souza fez discurso na presença de várias autoridades, incluindo o atual prefeito, em que exaltou as qualidades de Arquimedes Guedes Valença e pediu votos para ele. Em sua fala, o vice-prefeito conclamou a população a “eleger esse prefeito novamente”. A fala do vice-prefeito foi publicada, logo após o evento, na página da Prefeitura Municipal na rede social Facebook.

Arquimedes Valença e Dilson Santos foram absolvidos no julgamento em primeira instância, na 60ª Zona Eleitoral. O Partido Social Liberal (PSL), autor da ação, recorreu ao Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE/PE). 

Segundo a assessoria jurídica do candidato do MDB, a decisão cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral – TSE, que será feito, sem prejuízos a campanha à reeleição do atual prefeito.
Tecnologia do Blogger.