Justiça Eleitoral rejeita ação de Silvio Roque contra blog Giro Social

 O prefeito e candidato à reeleição pelo PP na cidade de Tupanatinga, Silvio Roque, tentou na justiça eleitoral silenciar o blog Giro Social B do colunista Adauto Nilo, após o mesmo postar matéria sobre o flagrante dado pela oposição sobre o possível uso da máquina pública na campanha eleitoral do município, alegando a prática de “fake news”. O juiz eleitoral Marcus Vinicius Menezes de Souza indeferiu o pedido do prefeito, que queria a suspensão da postagem. 

Na matéria, o blog revela um flagrante dado por integrantes da oposição, a onde estariam a vice-prefeita Mara, secretários de Educação e de Assistência Social e outros correligionários, distribuindo mobílias para os eleitores. Na ação impetrada por Silvio Roque, ele pedia liminar para que a postagem fosse retirada do ar por serem “inverídicos”, porém o caso, que alegaram ser “fake News” terminou na Delegacia de Polícia do município.

Para o juiz eleitoral Marcus Vinicius, ao analisar a ação impetrada pelo atual prefeito de Tupanatinga e a matéria veiculada, não há nada que possa concluir que os fatos relatados não sejam verdadeiros. Com a decisão, a justiça eleitoral garante o direito da imprensa livre e inibe a prática da censura.

Na decisão ele atesta que “No caso em exame, numa análise perfunctória, reputo ausente a probabilidade do direito necessária à concessão da medida liminar de retirada das postagens pleiteada, porquanto nada consta dos autos que permita a este Juízo, ao menos numa análise inicial, concluir pela não veracidade das informações publicadas ou mesmo pela sua divulgação por jornalista sabedor acerca da sua falsidade ou não”.

Segundo o colunista Adauto Nilo, o fato torna-se lamentável pois sempre pautou seu trabalho pela verdade. “Sempre buscamos relatar em nosso blog os fatos como eles são, como eles ocorrem, independente de quem goste ou não. As notícias falsas, ou fake News, não fazem parte de nosso perfil, pois respeitamos nosso leitor que merece sempre a verdade da notícia”.

                                                               Reveja a postagem 

EXCLUSIVO: TUPANATINGA : FLAGRANTE DE CRIME ELEITORAL PRATICADO PELO GRUPO DO ATUAL PREFEITO SILVIO ROQUE É REGISTRADO PELO GRUPO POLITICO DO EX PREFEITO MANUEL TOMÉ.

O grupo  do candidato do ex-prefeito e pré candidato a prefeito de Tupanatinga, Manoel Tomé (PSB) apreendeu um caminhão que fazia distribuição de camas, colchões e lençóis na zona de Tupanatinga. O flagrante aconteceu por volta das 22h no sítio Olho Dágua do Boqueirão, zona rural daquele município. As testemunhas presentes relatam que há dias receberam notícias da prática de distribuição de mobílias em troca de votos.

Perseguindo a situação relatada conseguiram dar o flagrante, onde as testemunhas que estavam na localidade encontraram a vice-prefeita, Mara (Patriota), o secretário de educação, conhecido como Irmão Ronaldo, a secretaria de assistência social, Pastora Márcia e vários outros correligionários do prefeito, Silvio Roque (PP).

Durante a abordagem ficou comprovado a distribuição dos bens com fins de aliciar o eleitorado com interesse sabidamente indevido, qual seja: angariar votos para a pré candidatura à reeleição de Silvio Roque e Mara.

Após a abordagem e sem ter saída, os aliados do prefeito, sua vice-prefeita e os secretário citados se evadiram do local e abandonaram o caminhão carregado de mercadorias.

A policia militar foi acionada e chegou ao local onde decidiu por conduzir o veículo detido para a delegacia local para melhores esclarecimentos, momento em que chegou os aliados do prefeito Silvio Roque e tentaram impedir a ação de apuração e se teve início uma confusão generalizada. A polícia controlou a situação e conduziu o veículo apreendido a delegacia de polícia da cidade.

 As investigações para elucidar os fatos vão ser apurados mediante inquérito polícia a ser instaurado na delegacia de polícia local. Os eleitores que receberam essas camas, colchões e lençóis vão ser investigados para esclarecimentos. A grande maioria dos beneficiados são pessoas da zona rural e foram contempladas com os brindes em época de eleição, o que configura crime eleitoral.


Tecnologia do Blogger.