Cacique Marquinhos perde no TRE e agora aguarda decisão do TSE, enquanto isso segue indefinido do destino politico em Pesqueira


Segue indefinido o futuro político da cidade de Pesqueira, no Agreste de Pernambuco. Por unanimidade, hoje, o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) negou os embargos impostos pela defesa do Cacique Marquinhos (Republicanos), por 7x 0. Sendo assim, a decisão caberá ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília.

Cacique Marquinhos, do Republicanos, teve a maior votação no município de Pesqueira. Ele, no entanto, está sub judice e aguarda decisão da Justiça Eleitoral para ter a confirmação se assumirá ou não a prefeitura de Pesqueira.

O julgamento ainda não tem data marcada, o clima da cidade é de incerteza. No pleito passado, o Cacique Marquinhos obteve 17.654 votos (51,60%) contra 15.562 votos (45,48%) da atual prefeita Maria José (DEM). Ainda teve o candidato do PSOL, Antônio Mota, que obteve exatos 1.000 votos (2,92%).

Tecnologia do Blogger.