Desespero da concorrência com violação aos princípios da honestidade comercial deixa milhares de internautas fora do ar nesta manhã de quarta-feira em Buíque.

Atualmente no município de Buíque, o mercado consumidor do ramo de provedor de internet está  ficando cada vez mais competitivo e agressivo.

Como se isso não fosse desafiador o suficiente, começa aparecer outro aspecto que alguns provedores poderão enfrentar; a concorrência desleal, um fator agravante,criminoso e que pode prejudicar a vida de muito gente que depende de internet para trabalhar já que 80% da população vive conectado diariamente.

Uma concorrência desleal pode ser definida como uma pratica ilícita de mercado na qual utilizam-se de técnicas ilegais e até mesmo abusivas para angariar clientelas e causar enormes prejuízos as empresas concorrentes.

Tratando-se de um desvio de conduta moral, com violação aos princípios da honestidade comercial, da lealdade e costumes da boa fé, na madrugada desta quarta feira, 27 de Janeiro de 2021 vândalos ainda não identificados desprovidos do conhecimento de que so permanece no mercado quem tem credibilidade e bons  serviços prestados aos seus milhares de clientes e parceiros em Buíque e região, usando de mal fé num ato criminal usaram uma escada e com um alicate interromperam a transmissão de internet dos milhares de usuários do mais antiga e mais conceituado provedor, a RPN-Net .

Prejudicando a vida dos internautas de plantão, o ato desprezível aconteceu num dos postes de sutentação dos fio de fibra ótica que fica no Sitio Malhada entre Buíque e Arcoverde.

Como a RPN Net dispõe de  uma competente  equipe de profissionais treinados e qualificados, o que faz ela se manter no topo dos melhores serviços de internet prestados a seus milhares de clientes em Buíque e região, ao tomar o conhecimento do ato criminoso, uma equipe nas primeiras horas da manha  se deslocou e poucas horas depois, para tristeza e desespero de seus concorrentes a internet se restabeleceu com seu sinal mais forte do que antes.

Tecnologia do Blogger.