Governo do estado Pernambuco acaba de decretar LOCKDOWN em todo território do Estado até 28 de Março


 O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), decretou lockdown (bloqueio total) no estado a partir da quinta-feira (18). A medida vale até 28 de março.

A restrição mais dura é para tentar conter o avanço da covid-19 no estado e evitar o colapso na rede de saúde, tanto pública quanto privada. Os dois sistemas estão pressionados.

Até a quarta-feira, 17 de março, segue em vigor o decreto para que apenas as atividades funcionem aos sábados e domingos (o dia inteiro) e entre as 20h e 5h nos dias úteis.

Durante o período de quarentena, ficarão proibidos de funcionar os serviços de bares e restaurantes; shoppings e galerias comerciais; óticas; salas de cinema e teatros; academias; salão de beleza e similares; comércio varejista de vestuário, calçados, eletroeletrônicos e linha branca, cama, mesa e banho e produtos de armarinho; escolas e universidades (públicas e privadas); clubes sociais , esportivos e agremiações; práticas e competições esportivas; praias, parques e praças; ciclofaixas de lazer, eventos culturais e de lazer, além dos sociais. Igrejas e demais templos religiosos poderão abrir para atividades administrativas e para preparação e realização de celebrações via internet.

“Estamos em um novo pico da crise e de ameaça crescente. É preciso reverter essa tendência para proteger cada vida e vencer. Adotamos novas medidas sociais e econômicas buscando reduzir o impacto da pandemia, mesmo diante de uma crise que também atinge o governo", destacou Paulo Câmara, ressaltando que uma decisão nesse sentido não é simples, mas não pode haver omissão de nenhuma das partes envolvidas. “Nenhum governo vai vencer essa doença sozinho. Só é possível superar a pandemia se cada pessoa, família, empresa, cada um de nós for agente de proteção, de cuidado, guerreiros e guerreiras da vida”, reforçou.

Permanecerão ativos os seguintes serviços considerados essenciais: supermercados; padarias; farmácias; postos de combustíveis; petshop; clínicas, ambulatórios e similares; bancos e lotéricas; transporte público; indústrias, atacado e termoelétricas; construção civil; material de construção; materiais e equipamentos de informática; lojas de materiais e equipamentos agrícolas, oficinas e assistências técnicas e lojas de veículos.

“Vamos fazer desses 11 dias o nosso momento de virada. Será difícil para o Estado inteiro, mas precisa ser o nosso movimento realmente coletivo, em que estaremos juntos e conscientes para vencer o vírus e trazer de volta paz, tranquilidade, esperança e ainda mais trabalho pelo futuro da nossa gente”, completou Paulo Câmara.

Mesmo com a abertura de novos leitos, a taxa de ocupação em UTI na rede pública segue acima de 90% desde a semana passada, enquanto na rede privada o índice fica próximo aos 90%.

Em pronunciamento no último sábado (13), o governador Paulo Câmara alertou que "se a situação continuar se agravando, teremos medidas restritivas mais duras nos próximos dias".

Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e São Lourenço da Mata já vivenciaram um lockdown entre 16 e 31 de maio de 2020 (15 dias). Na ocasião, apenas as atividades essenciais puderam funcionar e, no período, houve implantação de um rodízio de carros, alternadamente entre os finais de placas pares e ímpares.

A Secretaria de Saúde de Pernambuco registrou, neste segunda-feira (15), 921 casos da covid-19 e mais 28 mortes pela doença. O estado totaliza 318.449 casos confirmados e 11.411 mortes pela covid-19.

Tecnologia do Blogger.