Estão abertas inscrições para palestra sobre o lado social e regional da variação linguística promovida pelo Sesc Ler Buíque

Estão abertas as inscrições para a palestra “O lado social e o regional da variação linguística: identificação e aceitação” que o Sesc Ler Buíque realiza no dia 26 de abril com o doutor em Letras Edmilson José de Sá. A seguir, mais informações sobre o assunto.

A importância da aceitação da fala e do lugar na sociedade, a partir das variações linguísticas de cada região é o tema de uma palestra que o Sesc Ler Buíque promove neste mês de abril. “O lado social e o regional da variação linguística: identificação e aceitação” é o tema que será abordado pelo pós-doutor em Linguística Edmilson José de Sá na segunda-feira (26/04), às 19h. As inscrições estão abertas no site https://cursos.sescpe.com.br/, custam R$ 20, sendo R$ 10 para os trabalhadores do comércio e seus dependentes com o Cartão do Sesc atualizado. A transmissão será pelo Google Meet e os participantes receberão certificado.

A partir de questionamentos como “existe falar certo?” e “se sim, qual é?”, o pesquisador pretende promover um debate sobre a identidade de um povo e a importância da aceitação da fala dos indivíduos. “O intuito é fazer com que os participantes tenham um conhecimento melhor sobre as variantes linguísticas e fortaleçam o ato de pertencimento e aceitação da fala e do lugar, já que não há nada de errado nas variações”, explica Wellington Martins, professor de artes do Sesc Ler Buíque.

O palestrante – Edmilson José de Sá é graduado em Letras pela Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde, mestre em Linguística pela UFPE e douto em Letras pela UFPB. Concluiu estágio de pós-doutorado na UFPA, onde desenvolveu pesquisas em comunidades quilombolas do Moxotó-Ipanema de Pernambuco. Atualmente é professor titular na Autarquia de Ensino Superior de Arcoverde e se dedica à pesquisa dos falares pernambucanos à luz dos preceitos dialetológicos e sociolinguísticos, com destaque para a variação fonético-lexical de corpora linguístico e literário e análise semântica. Também é professor colaborador do Profletras na UPE campus Garanhuns.

Sesc – Fundado em 1947 em Pernambuco, o Serviço Social do Comércio é uma instituição privada mantida pelos empresários do comércio de bens, serviços e turismo. Atuante na Região Metropolitana do Recife, Zona da Mata Norte, Zona da Mata Sul, Agreste e Sertão, oferece atividades gratuitas ou a preços populares nas áreas de Educação, Cultura, Lazer, Assistência e Saúde para comerciários e dependentes. As 23 unidades, incluindo os hotéis em Garanhuns e Triunfo, operam respeitando os protocolos de saúde e alinhadas aos órgãos públicos, e têm ações presenciais, virtuais ou híbridas. No campo digital, a instituição oferece o aplicativo Sesc-PE, facilitando acesso às atividades, renovação e habilitação do cartão, entre outras funcionalidades, e disponibiliza a plataforma Sesc Digital (https://cursos.sescpe.com.br/todos). Por ela, é possível conhecer o cronograma de cursos e realizar a inscrição de forma online e segura. Para acompanhar todas as informações sobre o 

 Sesc, acesse www.sescpe.org.br. Além disso, os empresários do comércio de bens, serviços e

turismo que possuem o Cartão do Empresário, da Fecomércio, podem adquirir produtos e serviços do Sesc em condições diferenciadas. Mais informações: www.cartaodoempresario.com.br.

Serviço: Inscrições para a palestra “O lado social e o regional da variação linguística: identificação e aceitação”

Realização: Sesc Ler Buíque

Data: 26 de abril

Horário: 19h

Transmissão plataforma Google Meet

Palestrante: Edmilson José de Sá

Inscrições: R$ 10 (trabalhadores do comércio e dependentes) e R$ 20 (público geral) pelo link

https://cursos.sescpe.com.br/turma/o-lado-social-e-o-regional-da-variacao-linguistica- identificacao-e-aceitacao/260421literatura2321004 

Informações (87) 3855.2230

Tecnologia do Blogger.