Mulher enfurecida agride homem com unhadas e mordidas em Buíque no agreste do estado.


 Município   : Buique – PE.

Resumo  :Por volta das 20h30 desta quinta-feira (01/04/2021), a GTR 3031 foi informada pelo permanência da 3ª CPM de que no hospital de Buique, teria dado entrada 01(um ) individuo com lesões na cabeça. De imediato a equipe se deslocou ao local e em contato com a vítima, informou que teria sido lesionada por 02(dois) elementos. Como já estava em atendimento médico, estável e seria transferida para atendimento complementar com exames, a equipe passou a diligenciar com o intuito de identificar e capturar os imputados, só conseguindo a identificação dos prováveis autores. Diante dos fatos, a ocorrência  foi registrada à DPC local, onde será instaurado um inquérito por portaria.

 (LESÃO CORPORAL)

 Município    : Buíque – PE.

Resumo   : Por volta das 19h00min desta quinta-feira (01/04/2021), a ROCAM  realizava rondas e abordagens quando foi acionada pela solicitante, a qual apresentava varias escoriações, arranhões pelo corpo, a blusa rasgada e com marcas de sangue, tudo sendo ocasionado, segundo a vitima,  pelas unhas da imputada e mordida. Buscas e diligências foram realizadas no intuito de localizar a imputada, mas sem êxito. A ocorrência foi apresentada na DPC Local, onde foi instaurado um IP.

(DANOS/ AMEAÇA)

 Município       : Buíque – PE.

Resumo    : Por volta das 09h00 desta quinta-feira (01/04/2021), durante rondas e abordagens na zona rural, a GTR 3031 foi solicitada pelo imputado, queixando-se da vítima, alegando que ovelhas pertencentes a ela invadiram seu terreno, vindo a comer as palmas, e caso a polícia não resolvesse o problema, ele mataria os animais.  A equipe foi ao local, onde foi informado pela vítima de que o imputado já teria matado um borrego dela, e que não havia como ter controle sobre os animais na zona rural, porém se comprometia com o imputado a ressarcir os danos. Diante do exposto, as partes foram orientadas a se deslocar  à  DPC local, contudo o imputado de forma inesperada, subiu em sua moto e tomou destino ignorado. O policiamento  fez acompanhamento para tentar detê-lo, porém sem êxito. Durante o registro do BO na DPC, o imputado se apresentou alegando que correu por não possuir CNH e temer apreensão do seu veículo. Mesmo assim foi lavrado um TCO em seu desfavor.

Fonte: 3º BPM


Tecnologia do Blogger.