Secretária de Infraestrutura do estado diz quais rodovias que receberão melhorias dentro do Programa Caminhos de Pernambuco e as PE 270,300 e 336 não são citadas

A Secretária de Infraestrutura do estado Fernandha Batista, deu detalhes ao programa Revista da Cultura, das rodovias que receberão melhorias dentro do Programa Caminhos de Pernambuco.

Sobre a 365, Batista destacou  que haverá reconstrução total da via entre Serra Talhada, Triunfo, divisa com a Paraíba. “Serão R$ 32 milhões, dentro do Caminhos de Pernambuco”. Ela destacou que o passo agora é do projeto executivo, com mais de R$ 600 mil e depois disso, contração das obras definitivas.

Sobre a PE 337, entre Flores e Sítio dos Nunes, ao contrário da 265, ela já venceu as etapas de contratação. Assim, dia 5 de abril, começa a obra definitiva de quase 42 quilômetros. “As máquinas chegam segunda”, disse Batista. A duração máxima é de um ano.

“Encaminhamos outras obras de reestruturação importantes, como a PE 275, em andamento e a segunda etapa da PE 265, entre Placas e Sertânia, que vamos  licitar agora em abril. A primeira etapa está concluída, com mais de R$ 30 milhões” investidos.

Sobre novas rodovias, como a PE 380, a Estrada de Ibitiranga e a PE 310, entre Custódia e Iguaracy, Batista destacou que elas deverão entrar na segunda etapa do Programa Caminhos de Pernambuco, entre o final de 2021 e início de 2022.

Enquanto Fernandha Batista destacou o encaminhamento de outras obras de restruturação  das PE 275,265, e anunciou  o destino PE 380 e 310,com trechos intrafegáveis a PE 270 que está cada vez pior de se trafegar, principalmente entre Tupanatinga e Itaíba, a 300 que liga Águas Belas, assim como a 336 que liga  Inajá a Ibimirim ambas no sertão do Moxotó sequer foram citadas, o que provavelmente deverão ser lembradas no inicio de 2022 porque os interesses políticos estão acima de qualquer coisa com as aproximação das eleições estaduais.
 

Tecnologia do Blogger.