Assistência Social distribui kits para gestantes em Itaíba

Pelo menos 50 gestantes de Itaíba, Agreste do Estado, com oito a nove meses de gravidez, foram contempladas esta semana com a doação de kits de enxoval para bebê realizada pela Secretaria de Assistência Social e Cidadania do município. A entrega beneficiou as futuras mães que são acompanhadas pelo Programa Criança Feliz. Segundo o Secretário Arnon Vieira, um apoio importante nessa hora tão iluminada.

“Vivemos momentos difíceis devido a essa pandemia e poder colaborar para a chegada da vida com mais conforto e tranquilidade, um ato iluminado de Deus, nos enche de alegria e atende a um desejo de nossa prefeita Regina que tem um olhar voltado exatamente para essas pessoas que mais precisam. Pode parecer pouco, mas para essas mulheres que vivem em estado de vulnerabilidade social, é um ganho que elas, hoje, não têm condições de arcar”, afirmou.

A distribuição dos kits ocorreu na cidade de Itaíba, nos distritos de Negras e Jirau, além de localidades como o Alto de Negras, Sítio Cacimba de José, Queimada Redonda, Umburana, Cumbuco, Jibóia, Lagoa Comprida, Barra Verde, entre outros. A entrega aconteceu de forma domiciliar para evitar aglomerações devido a pandemia da Covid-19 e foi coordenada pelo Secretário Arnon Vieira e a equipe do Programa Criança Feliz.

Cada kit de enxoval vem com fraldas de tecido, fraldas descartáveis, enxugador, cueiro, pagão, pares de meias, bebetes, mamadeira e uma banheira para banho; rosa se for menina e azul se for menino. “Um reforço importante, principalmente pelo agravamento financeiro causado pela Covid-19”, ressaltou o secretário.

O projeto terá novas etapas. Segundo Arnon, nessas próximas etapas serão contempladas gestantes que no momento atual tem entre 5 e 7 meses de gestação, assim, quando essas completarem de 8 a 9 meses, também receberão os seus kits de enxoval.

Programa Criança Feliz - Tem como público prioritário: gestantes; crianças de 0 a três anos de idade e suas famílias beneficiárias do programa Bolsa Família; crianças de 0 a 6 anos de idade beneficiárias do BPC e suas famílias; e crianças de até 6 anos de idade afastadas do convívio familiar em razão da aplicação de medida protetiva prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente.

 

Tecnologia do Blogger.