Como bons samaritanos, dupla devolve a dignidade a morador de rua de Arcoverde

Entre as pessoas neste país  sem moradia, o morador de rua de Arcoverde, Francisco  que  por durantes anos fez de uma arvore na  rua Capitão Arlindo Pacheco de Albuquerque  Sesc  sua morada, após  sofrer uma queda e ter seu braço quebrado encontrou  duas  pessoas daqueles que chegam na vida dos mais vulneráveis feitos anjos.

Invisível aos olhos da maioria de  uma sociedade que ao passar por um morador de rua ignora a sua existência, contrariando essa parte desta sociedade que ainda não sabem o significado da palavra empatia, dois anjos, uma moça que e responsável pelo Programa  Nacional de Imunização e outro  anjo que atende por nome de Carlos tocados pelo bom senso e pelo sentimento de humanidade fizeram o que  muitos deveriam fazer, olhar pra um morador de rua e ver em sua semelhança um ser humano digno de receber todos os cuidados.

Movidos pelo amor ao próximo, e tomando conhecimento de que Francisco estava com o braço  quebrado, os dois anjos, assim como devem ser chamados resolveram entrar em ação e num gesto  nobre de se colocar no lugar do outro, através da Sec de Ação Social do Município de Arcoverde, apenas não resgataram o morador de rua mais famoso da cidade, e sim proporcionaram uma transformação na  vida de Francisco,acolhendo-lhe em um hotel da cidade, além de mudar por completo o seu visual com um banho de loja e  corte de cabelo.

Entendendo que a situação dos moradores de ruas no país vem  agravando-se, e  marca  um intenso fator social, a luta agora é para promover a reinserção social de Francisco na sociedade, e como o primeiro passo já foi dado, a ação  agora deverá continuar por meio de uma mobilização  que lhe garanta a moradia,alimentação , saúde e acima de tudo fazer com que o antigo morador de rua sinta-se um cidadão visto e bem quisto diante daquela  parte  da sociedade que por muitos anos  não lhe enxergou nas ruas. 

By Adauto Nilo

Fotos: Internet 

 

Tecnologia do Blogger.