Depois da passagem do Ministro do Turismo por Garanhuns, Tavares Correia inspira EMBRATUR a lançar uma serie especial sobre hotéis históricos do Brasil

Palco de luxuosos  eventos  promovidos pela nata da alta sociedade  de  Garanhuns, o tradicional hotel Tavares Correia  ainda ostenta a fama de glamour e sofisticação em pleno século XXI  onde na ultima semana passada voltou a cena com a visita do ministro do Turismo, Gilson Machado a cidade das flores  que  fez questão de  fazer o que nem outro político Pernambucano fez  ocupando um dos mais altos cargos do país, que foi enaltecer o valor sócio cultural que o Tavares Correia  com sua majestade representa  setor de hotelaria.

Considerado um grande Point  de encontro dos maiores nomes da política nacional, antes de se transformar em  um grande hotel, na década de 20 o prédio era sede do Instituto Médico Cirúrgico  Tavares Correia, e em 1940 foi transformado oficialmente no Hotel Tavares Correia, uma conseqüência natural das hospedagens dos pacientes que realizavam os tratamentos no local.

Em 2020 o prédio foi tombado pelo Governo de Pernambuco por ser considerado um dos mais importantes e históricos da cidade, sendo inclusive um atrativo turístico da região,reconhecido como o primeiro hotel-fazenda do nordeste, porque o espaço abriga também o primeiro centro de convenções de Pernambuco, que foi construído em 1971 e ganhando destaque por ser o primeiro hotel do Brasil a possuir um centro de convenções dentro de suas instalações,sua historia inspirou o Ministério do Turismo, via EMBRATUR a lançar uma  fazer uma série especial sobre hotéis históricos espalhados pelo Brasil.

 

Tecnologia do Blogger.