Buíque obtém Índice de 0.82 em Transparência entre os Municípios de Pernambuco

A Prefeitura de Buíque manteve seu alto nível de transparência nas ações do Governo segundo o mais recente Índice de Transparência dos Municípios de Pernambuco – ITMPE 2020, levantamento realizado entre os meses de agosto/2020 e fevereiro/2021 pelo TCE-PE. O índice tem por objetivo avaliar os sites oficiais e os portais de transparência das prefeituras e câmaras municipais do Estado. O município ficou com o nível Desejado, o último grau de avaliação.

Em 2016, o município tinha um índice “Moderado” e já em 2018 e agora em 2020, a prefeitura de Buíque avançou em termos de transparência ficando com um índice de 0.82 somando 326 pontos de um total de 398 alcançando o nível “DESEJADO”. Segundo o prefeito Arquimedes Valença, os dados só reforçam o trabalho sério e transparente que vem transformando a realidade de Buíque nos últimos quatro anos e meio.

“Sempre buscamos trabalhar de comum acordo com as resoluções e determinações do TCE e demais órgãos de fiscalização, sempre respeitando as leis, atuando com transparência no uso dos recursos públicos e transformando esses recursos em obras e ações para a população buiquense. Esse índice do TCE que coloca Buíque em destaque só nos orgulha e aumenta ainda mais nossa responsabilidade”, afirmou.

Das 184 prefeituras do Estado fiscalizadas pelo Tribunal de Contas de Pernambuco, 74 ficaram enquadradas no nível de transparência “Desejado” e entre eles com uma nota superior a 8 o município de Buíque.

O Índice de Transparência dos Municípios de Pernambuco – ITMPE, vem sendo realizado desde 2015 para as prefeituras e desde 2017 para as câmaras municipais, quando são avaliados aspectos como a transparência ativa (disponibilização da informação independentemente de requerimentos); a transparência passiva (disponibilização da informação mediante solicitação, através do Serviço de Informação ao Cidadão presencial e/ou eletrônico); os aspectos visuais, tecnológicos e de acessibilidade, dentre os quais, ferramentas que garantam o acesso à informação para as pessoas com necessidades especiais, além de boas práticas de transparência.

Para cada sítio e/ou portal avaliado é calculado um índice, que pode variar entre 0 (zero) e 1 (um). De acordo com o valor obtido, os portais são classificados em cinco níveis de transparência: Inexistente; Crítico; Insuficiente; Moderado e Desejado.

Fonte: Ascom-PMB

 

Tecnologia do Blogger.