Regina Cunha e Ricardo Teobaldo liberam obras orçadas em mais de 4 milhões de reais para a Educação de Itaíba

Após anunciar a liberação do termo de compromisso do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE para a nova escola a ser construída na cidade de Itaíba, a prefeita Regina Cunha seguiu rumo à Brasília – DF, aonde assinou toda a documentação para liberação da obra ao lado do deputado federal Ricardo Teobaldo, responsável pela liberação da nova unidade de ensino. 

“Passamos o dia de hoje visitando ministérios e particularmente no Ministério da Educação, no FNDE, fomos acompanhada do deputado federal Ricardo Teobaldo para assinarmos a documentação da nova escola de mais de R$ 4,7 milhões que conquistamos para Itaíba e em busca de liberar a última parcela da escola de Muzarellys, para que possamos concluir e entregar aos nossos estudantes”, afirmou. 

Além de liberar os recursos da unidade que já está em construção e assinar o termo de compromisso da nova escola, a prefeita Regina Cunha e o deputado Ricardo Teobaldo também tentam viabilizar a liberação de mais uma unidade de ensino, além de outras obras e ações voltadas ao desenvolvimento de Itaíba. 

Com a liberação da nova escola orçada em R$ 4.759.616,49, a prefeita Regina Cunha deverá entregar a população 03 unidades de ensino padrão FNDE, sendo duas (02) de 12 salas (Itaíba e Jirau) e uma de 06 salas (Muzarellys). Paralelo a elas, ainda durante a pandemia, foi concluída uma nova escola de 15 salas de aula, feita com recursos dos precatórios do Fundef, orçada em R$ 4 milhões. 

“Estamos trabalhando firmemente para promovermos uma revolução na Educação de nossas crianças e jovens, com novas escolas, transporte escolar próprio, elevamos nossos IDEB e IDEPE; entregamos essa semana os kits e fardamentos escolares mais uma vez e vamos seguir em frente, com o apoio do deputado Ricardo, de nossos secretários e do povo para entregarmos uma Itaíba muito melhor ao final de nosso mandato. O passado, vamos deixar pra trás”, finalizou.

 

Tecnologia do Blogger.